Clube Leituras descomplicadas: Um ano, doze datas e doze livros

clube-leituras-descomplicadas

O ano de 2021 marcou a criação do Clube Leituras descomplicadas. Quando partilhei que iria assinalar doze datas com doze livros, nunca pensei que iria ser uma experiência tão boa!! O clube permitiu-me conhecer pessoas novas, explorar a obra de autores que não conhecia e aprender mais sobre a História da Europa. O primeiro ano do clube girou muito em torno do tema do meu projecto “Ler é respeitar a história”, ler sobre o Holocausto e a Segunda Guerra Mundial, e o saldo deste ano de leituras é mesmo muito bom!

E porque esta altura do ano pede sempre uma reflexão sobre o ano que está a terminar, hoje trago um pequeno resumo sobre todos os livros do mês do Clube Leituras descomplicadas. Vamos a isso?

clibe-leituras-descomplicadas

  • Janeiro foi dedicado a assinalar a libertação de Auschwitz com o livro “Uma vida adiada”, de Dita Kraus (Editor: Desassossego). Dita foi bibliotecária neste campo de concentração e dedicou muito do seu tempo a proporcionar momentos mais agradáveis às crianças que viviam em Auschwitz. Este livro, ao contrário de muitos outros livros de memórias de sobreviventes de campos de concentração, prolonga a sua narrativa bastante para além de 1945, permitindo conhecer a história de vida de Dita até à sua velhice, as suas dificuldades em Israel e a visão de quem quis deixar um pequeno legado ao Mundo.
  • Fevereiro foi o mês da Black History e que outro livro escolher senão “A cor púrpura” de Alice Walker (Editor: Suma de Letras)?! Um livro vencedor de um Pulitzer e com uma adaptação cinematográfica sobejamente conhecida da maioria das pessoas só poderia criar elevadas expectativas na sua leitura. Este é um livro que poderá não ser fácil de se entranhar na leitura… Escrito sob a forma de romance epistolar e com uma forma de redacção muito própria de uma jovem rapariga sem estudos, foi extraordinariamente traduzido pela Tânia Ganho e é claro o profundo trabalho de tradução que temos neste livro. Foi um livro muito marcante, com partes algo gráficas e que poderão chocar pessoas mais sensíveis, mas que deve constar das leituras de todos nós. É um livro de aprendizagem e que permitiu ir ao mais profundo do preconceito vivido na sociedade americana e que ainda hoje ecoa nas relações entre as pessoas.
  • Março não poderia assinalar outra efeméride que não o Dia da Mulher e o livro do mês foi “As falsas memórias de Manoel Luz”, de Marlene Ferraz (Editor: Editora Minotauro). Com o mote de celebrar a mulher na literatura, este foi um dos livros mais especiais que li em todo o ano do Clube Leituras descomplicadas. Este é um livro profundamente poético, que nos envolve num abraço quente com aroma de chá de maçã e canela e que nos desperta um carinho muito especial pela personagem de Manoel Luz. É um livro que se saboreia lentamente e que nos preenche o coração de leitor de uma forma muito especial. Um dos livros que mais recomendo a todas as pessoas!
  • Abril assinalou o mês da Liberdade e que mês especial foi este com a leitura de “Madrinhas de guerra”, de Marta Martins Silva (Editor: Desassossego). Na entrevista que fiz à Marta Martins Silva, descobri que este livro é muito mais do que um mero livro de não-ficção. Dar voz aos Antigos Combatentes e às cartas trocadas com as suas Madrinhas de guerra é trazer para a actualidade uma época da História de Portugal a que nem sempre é dado o devido valor nos bancos da escola. Ao ler este livro e olhar para o “Cartas de Amor e de Dor” que foi recentemente lançado, vejo que Marta Martins Silva tornou esta sua missão de vida e devemos ser profundamente gratos por alguém que olha os nossos militares com profundo respeito e carinho!
  • Maio assinalou a relação entre o Estado Novo e a Igreja, tendo o livro escolhido sido “A noite passada”, de Alice Brito (Editor: Planeta de Livros). Mais uma autora portuguesa, mais uma extraordinária experiência de leitura!! Um romance de amor mas que vai bastante para além das linhas narrativas típicas de um romance… É História, é acreditar na mudança, é lutar pela liberdade e arriscar perante a adversidade. É não-ficção contada sob a forma de romance e que dá que pensar naquilo que foi a vida das várias gerações que viveram durante o Estado Novo e que lutaram por uma liberdade tão desejada. Este livro é uma homenagem a todas essas pessoas e a escrita de Alice Brito é muito especial, pelo que este livro e os outros da autora têm de fazer parte das vossas escolhas para 2022. E que boa foi a oportunidade proporcionada pela Planeta de Livros de conversar com a autora!
  • Junho foi altura de assinalar os primeiros sinais de um conflito mundial com o livro “Heróis do Ar”, de Jaime Oliveira Martins (Editor: Cultura Editora). Este livro é o elogio máximo aos pilotos portugueses que lutaram nos céus de França durante a Primeira Guerra Mundial. Tal como nos dois meses anteriores, este foi um mês dedicado a explorar um pouco mais sobre a História de Portugal a que nem sempre se dá o devido relevo. Livros que elogiem os militares que tombaram sob a bandeira de Portugal merecem a nossa mais profunda homenagem, olhando a sua abnegação como uma capacidade de entrega que nem sempre se consegue compreender. E este livro é exactamente uma homenagem a todos os jovens que, como Artur Rebelo, se apaixonaram pelas máquinas que andavam lá em cima e que lutou contra tudo e contra todos para se atirar de cabeça para um conflito que nem seria o seu, à primeira vista.
  • Julho foi momento de conhecer mais sobre os Czares da Rússia com o livro “Nós, os Romanov”, do Grão-Duque Aleksandr Mikhailovich (Editor: Alma dos Livros). Se os primeiros capítulos deste livro podem não prender de imediato, a partir do momento de Aleksandr começa a partilhar mais sobre as suas aventuras enquanto marinheiro numa volta ao mundo sob a bandeira da família Romanov, o livro ganha uma dimensão bastante mais interessante. É um livro que requer alguma atenção na leitura por todos os imensos nomes e familiares que nos são apresentados ao longo deste livro de memórias. É explorada a sociedade e a época em que viveram Nicolau II, último Czar da Rússia, e o seu pai e todos os acontecimentos que levaram ao terrível desfecho vivido em Ekaterimburgo. Para fãs sobre a História da Rússia, este será um livro a incluir mesmo nas vossas leituras e que gostei bastante de ler.
  • Agosto homenageou as vítimas do Nazismo e do Estalinismo com a leitura do livro “Os fornos de Hitler”, de Olga Lengyel (Editor: Crítica, chancela da Planeta de Livros). Se me é permitida a expressão… Este foi o maior murro no estômago sob a forma de livro que me chegou às mãos. Mais um relato de uma sobrevivente do campo de concentração de Auschwitz, este escrito muito pouco tempo depois do final da guerra. A enfermeira Olga Lengyel relata-nos a sordidez a que podem chegar os seres humanos em nome de uma ideologia e foi um dos livros mais gráficos que li no ano de 2021 sobre o Holocausto. É um livro duro! Aqui não existem pinceladas cor-de-rosa a mascarar as atrocidades. É uma leitura necessária e que se impõe para que não se repita um dos momentos mais negros da História Mundial. Um dos melhores livros que li este ano e que entrou para os favoritos dentro do tema.
  • Setembro marcou o início da Segunda Guerra Mundial e que outro livro escolher senão “Munique”, de Robert Harris (Editor: Editorial Presença). Sinto-me uma fã cada vez mais confessa dos thrillers históricos de Robert Harris e, mais uma vez, a leitura de um livro deste autor não desiludiu! Retratando os acontecimentos em torno do Acordo de Munique e que poderia ter impedido o início da Segunda Guerra Mundial, este é o livro certo para quem gosta de espionagem, de encontros secretos e de aprender História ao ritmo de um thriller. Sem dúvida, um livro que recomendo a todas as pessoas e que gostaria muito de ver adaptado ao cinema como já aconteceu com outro livro do autor, “O oficial e o espião”.
  • Outubro assinalou a criação do gueto de Varsóvia com o livro “Os anagramas de Varsóvia”, de Richard Zimler (Editor: Porto Editora). Este foi o primeiro livro que li deste autor… E que estreia foi esta!! Este era um livro que já andava há algum tempo pelas estantes aqui de casa, à espera do momento certo para ser lido. Se gostam daquele tipo de livros que mais parece um filme que nos prende desde o início, este é o livro que têm de ler. Um livro quase a fazer lembrar “O coleccionador de ossos” e que me fez descobrir mais um autor de que quero ler mais livros. Entre os leitores do clube, este foi um livro que também agradou bastante e as opiniões positivas foram bastantes!
  • Novembro foi o mês que assinalou o armistício da Primeira Guerra Mundial com o livro “A oeste nada de novo”, de Erich Maria Remarque (Editor: Saída de Emergência). E Novembro foi o mês que me trouxe o livro que mais me custou a ler, não pelo tema mas sim por não me ter conseguido envolver totalmente com a escrita de Remarque. Apesar de ter achado interessante toda a descrição da vida nas trincheiras, da juventude que se perdeu neste primeiro grande conflito vivido em território europeu, não foi um livro que me tivesse preenchido totalmente as medidas.
  • Dezembro foi dedicado a assinalar o novo reforço para os Aliados com o livro “A noite dos assassinos”, de Howard Blum (Editor: Crítica, chancela da Planeta de Livros). Se existe algo que acho extraordinário é existirem sempre livros que nos conseguem acrescentar algo de novo ao que já lemos anteriormente. “Aconteceu exactamente isso com “A noite dos assassinos” que descreve todo o plano de Hitler para assassinar Roosevelt, Churchill e Estaline na Conferência de Teerão. Acho que ainda não tinha lido nada sobre este episódio e gostei bastante de ver um livro de não-ficção escrito com uma abordagem de thriller. Acho que a investigação do autor está muito bem conseguida, com um texto final dedicado a esclarecer aspectos dessa investigação, o que acho um aspecto sempre bastante positivo! Um livro que gostei muito de ler e que recomendo a todos os que gostam de uma boa história sobre espionagem.

 

E este é o resumo de um ano de leituras muito ricas, com muitas partilhas e que foi mesmo muito extraordinário! Um agradecimento muito especial à Desassossego, Editora Minotauro, Planeta de Livros, Cultura Editora, Alma dos Livros, Editorial Presença e Porto Editora por todo o apoio dado ao Clube Leituras descomplicadas através de diferentes iniciativas durante o ano de 2021.

clube-leituras-descomplicadas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Utilizamos cookies para personalizar o conteúdo disponibilizado e os anúncios, para fornecer funcionalidades nas redes sociais e para analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações sobre a sua utilização do nosso site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e Google Analytics. View more
Cookies settings
Aceitar
Recusar
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active

Política de privacidade para Leituras descomplicadas

As informações pessoais recolhidas através de formulários de contacto, caixas de comentários, passatempos ou subscrições são utilizadas pelas LEITURAS DESCOMPLICADAS para nos ajudar a melhorar a sua visita ao nosso site, tornando-a o mais produtiva e agradável possível. Todos os aspectos relacionados com a garantia da confidencialidade dos dados pessoais dos utilizadores do nosso site são muito importantes para as LEITURAS DESCOMPLICADAS.
O uso das LEITTURAS DESCOMPLICADAS pressupõe a aceitação desta política de privacidade, reservando-se a equipa das LEITURAS DESCOMPLICADAS de alterar este acordo sem aviso prévio.
 

Quem somos?

O endereço do nosso site é https://www. leiturasdescomplicadas.pt. LEITURAS DESCOMPLICADAS é um blog literário dedicado à partilha de sugestões de leitura para miúdos e graúdos. Esta partilha ocorre através de artigos de opinião sobre livros, destaques de novidades editoriais, entrevistas a autores, clube e projectos de leitura, entre outras iniciativas.  

Dados recolhidos

Formulário de registo no website - quando um utilizador se regista em https://www.leiturasdescomplicadas.pt, seja pelo preenchimento de formulário ou através de login com a sua conta de Facebook, Google ou Linkedin, são recolhidos dados pessoais como nome, email, localização, entre outros. Formulários de contactos ou comentários - quando um utilizador preenche um formulário de contacto ou deixa um comentário no nosso site, são recolhidos os dados exibidos no formulário e também o endereço de IP do visitante. Passatempos - quando é realizado um passatempo é solicitado o preenchimento de um formulário com dados do utilizador, como nome, email, nomes de utilizador de redes sociais, localização, entre outros. Cookies - Os cookies são curtos ficheiros de texto com informações relevantes que o seu browser processa, quando um site é visitado por um utilizador. Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais, quando visita o https://www.leiturasdescomplicadas.pt. A colocação de cookies ajuda o site a reconhecer o dispositivo (tablet, desktop, mobile, etc) do utilizador sempre que nos visita. Os cookies retêm apenas informação relacionada com as suas preferências, não revelando dados pessoais.
  • Quando deixa um comentário no nosso site, pode optar por guardar o seu nome, endereço de email e site nos cookies. Isto é para sua conveniência para não ter de preencher novamente os seus dados quando deixar outro comentário. Estes cookies durarão um ano.
  • Se visitar a página de início de sessão, será configurado um cookie temporário para determinar se o seu navegador aceita cookies. Este cookie não contém dados pessoais e será eliminado ao fechar o seu navegador.
  • Ao iniciar a sessão, serão configurados alguns cookies para guardar a sua informação de sessão e as suas escolhas de visualização de ecrã. Os cookies de início de sessão duram um ano. Se seleccionar "Lembrar-me", a sua sessão irá persistir durante duas semanas. Ao terminar a sessão, os cookies de inicio de sessão serão removidos.
Google Analytics - Usamos o Google Analytics para registrar informações sobre as páginas que um utilizador viu, por exemplo, o URL da página, a hora do dia, o dispositivo usado, etc. As informações que coletamos são anonimizadas e enviadas ao Google Analytics para análise. O Google Analytics usa principalmente cookies primários para informar sobre as interações dos visitantes neste site. Os utilizadores podem desativar os cookies ou excluir qualquer cookie individual. O Google Analytics também coleta endereços IP para fornecer e proteger a segurança do serviço e para dar aos proprietários de websites uma noção de que país, estado ou cidade do mundo os utilizadores são provenientes (também conhecido como “geolocalização por IP” ). Os dados do Google Analytics são retidos por 38 meses.
 

Porque está a receber emails nossos?

Ao registar-se no nosso website, preencher um dos formulários de contacto do website, participar num dos passatempos realizados no website, no Facebook (/leiturasdescomplicadas) ou no Instagram (@leiturasdescomplicadas), os dados fornecidos serão usados para comunicação da marca, via email.  

Ligações a sites de terceiros

O LEITURAS DESCOMPLICADAS possui ligações para outros sites, os quais, a nosso ver, podem conter informações / ferramentas úteis para os nossos visitantes. A nossa política de privacidade não é aplicada a sites de terceiros, pelo que, caso visite outro site a partir do nosso deverá ler a política de privacidade do mesmo. Não nos responsabilizamos pela política de privacidade ou conteúdo presente nesses mesmos sites.
 

Como utilizamos os seus dados?

Utilizamos os seus dados para:
  • Operar e manter o website
  • Fornecer informação e conteúdo de interesse para o utilizador
  • Melhorar o funcionamento do website, incluindo a gestão e priorização de conteúdos
  • Adicionar à nossa mailing list para comunicar produtos e/ou serviços relacionados com LEITURAS DESCOMPLICADAS ou enviar conteúdo útil relacionado com as temáticas abordadas no site
  • Fornecer suporte ou apoio ao utilizador
  • Entregar prémios aos vencedores de passatempos
  • Cumprir obrigações contratuais e legais
Em nenhum momento fornecemos os seus dados a empresas externas ou os utilizaremos para qualquer efeito que não os descriminados acima.
 

Por quanto tempo guardamos os seus dados?

Salvo raras exceções de tempo mais curto, como por exemplo o Google Analytics, os seus dados são mantidos indefinidamente.

Quer eliminar ou alterar os seus dados?

A qualquer momento poderá solicitar-nos que alteremos ou eliminemos os seus dados. Para isso basta enviar-nos um email para ola@leiturasdescomplicadas.pt.
Save settings
Cookies settings