“A noite dos assassinos”: Livro do mês de Dezembro do Clube de Leitura

a-noite-dos-assassinos

2021 está a chegar ao fim e chegou o momento de partilhar qual será o livro do mês de Dezembro do Clube Leituras descomplicadas: “A noite dos assassinos”, de Howard Blum, editado em Portugal pela Crítica, uma chancela da Planeta de Livros. Este foi o primeiro ano do meu clube de leitura, que funcionou como uma continuidade do projecto “Ler é respeitar a história”. Foram 12 datas da história mundial que foram assinaladas com 12 livros, numa viagem muito enriquecedora e partilhada com quem me segue no Instagram.

O tema de Dezembro do Clube de Leitura é “um novo reforço dos Aliados”, que não é mais do que a entrada dos Estados  Unidos da América após o ataque a Pearl Harbour ocorrido a 7 de Dezembro de 1941. Os Estados Unidos da América, juntamente com o Japão, tornam o conflito vivido maioritariamente em território europeu verdadeiramente mundial, passando a existir a designada guerra do Pacífico e com novos actores a jogarem os seus dados. A acção de “A noite dos assassinos” decorre já no ano de 1943, tendo sido escrito por Blum como um thriller, ainda que se trate de um livro de não-ficção. Fica a conhecer a sua sinopse:

1 de junho de 1943. O aeroporto da Portela, em Lisboa, fervilha de agitação. O espião alemão aguarda pacientemente para fazer a chamada. Quando o telefone finalmente toca na Embaixada da Alemanha em Lisboa é ditada uma sentença de morte. Mas, a operação fracassa. No avião que cai nos céus de Lisboa não está Winston Churchill, o alvo a abater, mas um sósia.

Nesse mesmo ano em novembro, os três líderes aliados Franklin D. Roosevelt, Winston Churchill e Joseph Stalin reúnem-se secretamente em Teerão. Mas os nazis descobrem o plano e Hitler vê aqui uma oportunidade. Embora a guerra esteja perdida acredita que, com novos líderes aliados, as negociações dos tratados de paz possam vir a ser mais benéficas para a Alemanha. Uma equipa de elite, altamente treinada e armada, liderada pelo capitão das SS Otto Skorzeny, conhecido como «O homem mais perigoso da Europa», é reunida e largada de paraquedas no Irão. Têm seis dias para completar a sua missão.

O agente dos serviços secretos norte-americano Mike Riley, um irlandês que se descreve como tendo «mais músculos que cérebro», responsável pela segurança pessoal de Roosevelt, terá de trabalhar com o agente soviético da NKVD, antecessora da KGB, para salvar os três líderes mundiais.

Em A Noite dos Assassinos, Howard Blum, autor best-seller do New York Times, revela a fascinante história secreta da conspiração nazi para matar os três homens mais importantes e fortemente protegidos do mundo. Um plano que, se tivesse sido bem-sucedido, teria mudado o curso da História e o futuro do mundo ocidental.

Estou bastante curiosa com a leitura deste livro e, tenho a certeza, será uma forma extraordinária de finalizar este primeiro ano do Clube Leituras descomplicadas. Uma iniciativa que irá continuar em 2022, em moldes que divulgarei em breve! Conto contigo para esta leitura?!

 

O livro do mês de Dezembro do Clube Leituras descomplicadas tem o apoio da Planeta de Livros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *