“Nós tínhamos de acontecer”: Quando os livros são vida!

nos-tinhamos-de-acontecer

“Nós tínhamos de acontecer” é o primeiro livro que leio de Gayle Forman, um young adult que promete juntar, numa mesma história, o importante significado da família, do amor e da amizade na vida de todos nós. Pensando na época a que estamos a chegar, esta é uma daquelas histórias que cheira a Natal, em que existe a energia necessária para ultrapassar obstáculos, problemas e para que se coloquem para detrás das costas todas aquelas histórias familiares que podem impedir a reunião em família e partilha.

Partilho contigo a sinopse para saberes um pouco mais sobre a história que vais poder encontrar em “Nós tínhamos de acontecer”:

Para Aaron Stein, os livros eram milagres – até deixar de acreditar. Apesar de passar os seus dias a trabalhar na livraria alfarrabista dos pais, o único livro que Aaron consegue ler é sobre a extinção dos dinossauros. É um conceito que ele percebe demasiado bem, agora que o irmão e a mãe desapareceram e os seus amigos o deixaram:
Aaron está sozinho com o pai, um homem desgovernado, numa livraria que morre aos poucos, numa cidade isolada do mundo, onde parece que já ninguém lê. Não é estranho, por isso, que Aaron decida vender a livraria à primeira oportunidade que surge, pensando que esta é a única saída que lhe resta. Mas Aaron estava longe de imaginar o otimismo do amigo ou o entusiasmo dos madeireiros desempregados, que veem na livraria falida um belo projeto para se ocuparem. E muito menos esperava conhecer Hannah, uma belíssima e corajosa música que pode bem ser aquele acontecimento inevitável pelo qual Aaron tanto esperou. Todos eles vão ajudar Aaron a compreender e aceitar o que perdeu, o que encontrou quem é e quem quer ser – porque a destruição não leva necessariamente à extinção; e às vezes conduz ao nascimento de algo inteiramente novo.

 

“Nós tínhamos de acontecer”: O que senti nesta leitura?

Uma das coisas que me deixou bastante cativada em conhecer esta história foi o facto da narrativa se centrar no significado que os livros podem ter na vida das pessoas, tornando-se os seus salvadores no meio da tormenta. É isso que senti na personagem de Aaron Stein e na forma como ele olha os livros como o seu porto de abrigo e os agentes catalisadores de toda a energia de que necessita para fazer frente a acontecimentos familiares algo traumáticos, como a dependência de drogas do seu irmão e do abandono da sua mãe, que não aguentou a morte do filho e seguiu a vida por um caminho diferente do do seu pai. Existe também uma livraria independente numa localidade perdida no interior dos Estados Unidos, onde não existe a agitação de uma Big Apple e onde locais como a mercearia ou o café podem ser os únicos locais de maior vida. É esta livraria que funciona como agente aglutinador entre as pessoas da comunidade e mostra o verdadeiro significado de se trabalhar para e por um objectivo comum que aquece o coração de todos os que se envolvem!

nos-tinhamos-de-acontecer

Os livros são órfãos, mas são os nossos órfãos e por isso empilho-os cuidadosamente num canto, com o carinho que eles merecem” (pág. 13)

Esta foi uma das frases que achei mais especial em todo o livro! Transmite a essência de tudo aquilo que eu sinto desde que me tornei leitora ainda em criança. Os livros são órfãos até ao momento que encontram o seu leitor e ele o recebe no calor dos seus braços e partilham com eles a doce viagem de uma leitura em que nada ficará como antes. Ao longo de todo o livro “Nós tínhamos de acontecer” vamos vendo a referência a uma longa lista de livros que se adaptam a cada um dos eventos da história e que Gayle Forman junta numa lista no final do livro para que possamos explorar em maior detalhe. Os livros são especiais e tal como se costuma dizer que existe uma canção para cada momento da nossa vida (como acabamos por sentir isso com a personagem de Hannah de quem Aaron se aproxima), sinto que também existe o livro certo para cada fase da nossa vida e é isso que torna a leitura tão especial! E estas duas frases transmitem mesmo isso:

Continuo a ler, recordando o motivo por que costumava adorar livros. Porque nos mostram, em muitas palavras e em muitos mundos, que não estamos sós” (pág. 226)

– Será que as respostas a todas as perguntas da vida podem ser encontradas nos livros? – Claro que sim – responde ele – E é isso que fã deles milagres” (pág. 229).

Claro que não pude deixar de sorrir por ver o Aaron interessado por dinossauros, com mesmo interesse genuíno e brilho nos olhos que vejo no meu pequeno leitor… Ainda que, pelos acontecimentos da sua vida, a vida desses dinossauros acabe por ser a materialização de um destino a que não se pode fugir e a noção de que, muitas vezes, já fomos atingidos pelo comboio a alta velocidade e continuamos presos à nossa vida anterior, sem ter a consciência clara de que tudo já mudou e nós precisamos de seguir em frente… “– Os dinossauros são reconfortantes? – Não propriamente eles, mas a lembrança de que tudo acaba. Os dinossauros. A família. As pessoas. A raça humana” (pág. 105).

nos-tinhamos-de-acontecer

Para além do papel central que os livros possuem em toda a história e do papel essencial que uma livraria independente pode ter na união de uma comunidade, o livro aborda o tema das dependências, quaisquer que elas sejam, e há que também dar crédito à autora por isso.

Se tu ou alguém que amas se encontrarem a lidar com problemas de abuso de substancie dependências, fica sabendo que não estão sozinhos. E à medida que avançares na tua viagem, seja ela qual for, tenta percorrê-la com compaixão. O perdão é muito complicado. Perdoarmos os outros pelos seus tropeções é ainda mais complicado. Perdoarmo-nos a nós próprios é o mais complicado de tudo” (pág. 252).

As dependências começam pelos mais diversos motivos, mas não necessitam de significar o abandono, o virar de costas ou a falta de empatia. E sente-se isso mesmo neste livro e acho que é uma mensagem extremamente importante a que nos é passada a este nível.

Um young adult que se lê muito bem, de narrativa fluída, com momentos divertidos e outros mais sérios, mas que nos ajudam a focar naquilo que mais importa: os laços de família e de amizade sem os quais nunca seremos capazes de viver verdadeiramente a nossa vida seres humanos. Coloca “Nós tínhamos de acontecer” na tua lista de leituras a fazer durante a época de Natal e tenho a certeza de que não te irás arrepender! Podes juntar-lhe a leitura do livro “As falsas memórias de Manoel Luz”, um dos livros que mais gostei de ler este ano, e sinto que terás uma quadra com o coração mais quentinho!

 

Outros livros de Gayle Forman editados em Portugal

 

O livro “Nós tínhamos de acontecer” foi-me gentilmente cedido pela Editorial Presença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Utilizamos cookies para personalizar o conteúdo disponibilizado e os anúncios, para fornecer funcionalidades nas redes sociais e para analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações sobre a sua utilização do nosso site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e Google Analytics. View more
Cookies settings
Aceitar
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active

Política de privacidade para Leituras descomplicadas

As informações pessoais recolhidas através de formulários de contacto, caixas de comentários, passatempos ou subscrições são utilizadas pelas LEITURAS DESCOMPLICADAS para nos ajudar a melhorar a sua visita ao nosso site, tornando-a o mais produtiva e agradável possível. Todos os aspectos relacionados com a garantia da confidencialidade dos dados pessoais dos utilizadores do nosso site são muito importantes para as LEITURAS DESCOMPLICADAS.
O uso das LEITTURAS DESCOMPLICADAS pressupõe a aceitação desta política de privacidade, reservando-se a equipa das LEITURAS DESCOMPLICADAS de alterar este acordo sem aviso prévio.
 

Quem somos?

O endereço do nosso site é https://www. leiturasdescomplicadas.pt. LEITURAS DESCOMPLICADAS é um blog literário dedicado à partilha de sugestões de leitura para miúdos e graúdos. Esta partilha ocorre através de artigos de opinião sobre livros, destaques de novidades editoriais, entrevistas a autores, clube e projectos de leitura, entre outras iniciativas.  

Dados recolhidos

Formulário de registo no website - quando um utilizador se regista em https://www.leiturasdescomplicadas.pt, seja pelo preenchimento de formulário ou através de login com a sua conta de Facebook, Google ou Linkedin, são recolhidos dados pessoais como nome, email, localização, entre outros. Formulários de contactos ou comentários - quando um utilizador preenche um formulário de contacto ou deixa um comentário no nosso site, são recolhidos os dados exibidos no formulário e também o endereço de IP do visitante. Passatempos - quando é realizado um passatempo é solicitado o preenchimento de um formulário com dados do utilizador, como nome, email, nomes de utilizador de redes sociais, localização, entre outros. Cookies - Os cookies são curtos ficheiros de texto com informações relevantes que o seu browser processa, quando um site é visitado por um utilizador. Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais, quando visita o https://www.leiturasdescomplicadas.pt. A colocação de cookies ajuda o site a reconhecer o dispositivo (tablet, desktop, mobile, etc) do utilizador sempre que nos visita. Os cookies retêm apenas informação relacionada com as suas preferências, não revelando dados pessoais.
  • Quando deixa um comentário no nosso site, pode optar por guardar o seu nome, endereço de email e site nos cookies. Isto é para sua conveniência para não ter de preencher novamente os seus dados quando deixar outro comentário. Estes cookies durarão um ano.
  • Se visitar a página de início de sessão, será configurado um cookie temporário para determinar se o seu navegador aceita cookies. Este cookie não contém dados pessoais e será eliminado ao fechar o seu navegador.
  • Ao iniciar a sessão, serão configurados alguns cookies para guardar a sua informação de sessão e as suas escolhas de visualização de ecrã. Os cookies de início de sessão duram um ano. Se seleccionar "Lembrar-me", a sua sessão irá persistir durante duas semanas. Ao terminar a sessão, os cookies de inicio de sessão serão removidos.
Google Analytics - Usamos o Google Analytics para registrar informações sobre as páginas que um utilizador viu, por exemplo, o URL da página, a hora do dia, o dispositivo usado, etc. As informações que coletamos são anonimizadas e enviadas ao Google Analytics para análise. O Google Analytics usa principalmente cookies primários para informar sobre as interações dos visitantes neste site. Os utilizadores podem desativar os cookies ou excluir qualquer cookie individual. O Google Analytics também coleta endereços IP para fornecer e proteger a segurança do serviço e para dar aos proprietários de websites uma noção de que país, estado ou cidade do mundo os utilizadores são provenientes (também conhecido como “geolocalização por IP” ). Os dados do Google Analytics são retidos por 38 meses.
 

Porque está a receber emails nossos?

Ao registar-se no nosso website, preencher um dos formulários de contacto do website, participar num dos passatempos realizados no website, no Facebook (/leiturasdescomplicadas) ou no Instagram (@leiturasdescomplicadas), os dados fornecidos serão usados para comunicação da marca, via email.  

Ligações a sites de terceiros

O LEITURAS DESCOMPLICADAS possui ligações para outros sites, os quais, a nosso ver, podem conter informações / ferramentas úteis para os nossos visitantes. A nossa política de privacidade não é aplicada a sites de terceiros, pelo que, caso visite outro site a partir do nosso deverá ler a política de privacidade do mesmo. Não nos responsabilizamos pela política de privacidade ou conteúdo presente nesses mesmos sites.
 

Como utilizamos os seus dados?

Utilizamos os seus dados para:
  • Operar e manter o website
  • Fornecer informação e conteúdo de interesse para o utilizador
  • Melhorar o funcionamento do website, incluindo a gestão e priorização de conteúdos
  • Adicionar à nossa mailing list para comunicar produtos e/ou serviços relacionados com LEITURAS DESCOMPLICADAS ou enviar conteúdo útil relacionado com as temáticas abordadas no site
  • Fornecer suporte ou apoio ao utilizador
  • Entregar prémios aos vencedores de passatempos
  • Cumprir obrigações contratuais e legais
Em nenhum momento fornecemos os seus dados a empresas externas ou os utilizaremos para qualquer efeito que não os descriminados acima.
 

Por quanto tempo guardamos os seus dados?

Salvo raras exceções de tempo mais curto, como por exemplo o Google Analytics, os seus dados são mantidos indefinidamente.

Quer eliminar ou alterar os seus dados?

A qualquer momento poderá solicitar-nos que alteremos ou eliminemos os seus dados. Para isso basta enviar-nos um email para ola@leiturasdescomplicadas.pt.
Save settings
Cookies settings