Dia da Mulher: Hoje escrevo para ti…

dia-da-mulherNeste Dia da Mulher, mais do que escrever para todas as mulheres do mundo, escrevo para ti, meu filho.  Neste dia, as minhas palavras são para ti…

Nasceste num país em que a tua mãe não necessitou de autorização do teu avô para casar com o teu pai. A tua mãe pôde escolher o que curso que quis tirar na faculdade pois todos lhe eram permitidos. Nasceste num país em que a tua mãe pôde sair de casa dos teus avós para a sua própria casa, comprada enquanto mulher solteira e trabalhadora, e não somente para casar. Nasceste num país em que a tua mãe tem direito a votar e que pode ambicionar a ter a mesma profissão que qualquer homem. Nasceste num país em que os teus avós deixaram a tua mãe voar no rumo que ela quis, mesmo que isso significasse trabalhar no meio de homens. Mas, meu filho…

Também nasceste num país em que as desigualdades salariais são uma realidade. Um país em que, apesar de em 2021 as médicas, magistradas a advogadas serem mais que os médicos, magistrados e advogados… Ainda existe um longo caminho a ser feito. Nasceste num país em que a discriminação no local de trabalho, seja ela positiva ou negativa, existe apenas por se ser mulher. Nasceste num país em que o sucesso de uma mulher ainda é encarado como mais ou menos subtilmente associado a conotação sexual e em que a violência doméstica é um caso grave para muitas mulheres. Nasceste num país em que os jovens encaram a violência no namoro como algo “normal”. Nasceste num país em que, para se ser mãe, se tem de abdicar de uma carreira e em que ainda existe um longo caminho para ser feito no domínio da conciliação entre o trabalho e a família. Nasceste num país em que ainda existem pais que educam os seus filhos no preconceito de “isto é para menina” e “menino não chora porque senão é maricas”. Sim, meu filho… Nasceste neste país mas ouve o que a mãe te diz…

Enquanto mãe de rapaz, sinto que tenho uma responsabilidade muito maior do que sendo mãe de rapariga. A ti, devo todos os dias ensinar que um “não” é um “não” em vez de “ela está só a fazer-se de difícil”. A ti, devo mostrar que os filmes e os livros não têm género e que não existe mal nenhum em veres a Frozen ou conhecer as histórias de adormecer para raparigas rebeldes. A ti, devo demonstrar que não deves discriminar uma mulher positivamente no local de trabalho, dando-lhe determinado lugar apenas por ter nascido mulher em vez de se valorizar as suas capacidades profissionais. Mas também não a deves discriminar negativamente por ser mulher, mãe e profissional e ter escolhido esse caminho. A ti, devo demonstrar que não existe um homem que ajuda em casa, mas sim um casal, uma equipa, que partilha o mesmo espaço e que tem iguais responsabilidades. Seja a cuidar dos filhos ou da casa. A ti, devo demonstrar que não existem trabalhos para homens e trabalhos para mulheres e que existem mulheres que conduzem muito melhor que muitos homens. A ti, devo dar todas as ferramentas e experiências para perceberes o que é a igualdade de género, a justiça e o respeito. E, acima de tudo, devo explicar que a violência é errada, condenável… E que nunca deverás levantar a mão para um mulher.

Está nas minhas mãos educar-te no caminho necessário a que as mulheres se tornem visíveis numa sociedade em que existe um défice informacional de género. Como se pode ler no livro “Mulheres invisíveis”, de Caroline Criado Perez, há que criar o espaço necessário a que as mulheres saiam da sombra em todas as áreas. E eu sei que, enquanto mãe, tenho nas minhas mãos o poder de, ainda que numa muito pequena dimensão, poder contribuir para mudar o mundo através de ti, meu filho… Um futuro homem da sociedade portuguesa que, um dia, saberá respeitar os limites das mulheres com quem se relaciona e que verá nelas um ser humano igual nas suas diferenças biológicas, capaz das mesmas coisas e companheiras de uma equipa. A ti, devo isto enquanto mãe. E devo isto a todas as mulheres que lutam, todos os dias, para que a nossa voz seja ouvida em todo o mundo. A todas as mulheres que, todos os dias, se superam e criam algo de novo para o mundo. A todas as mulheres que, em silêncio, apanham e sofrem em silêncio, com medo que o seu agressor lhe retire aquilo que de mais precioso tem. A todas as mulheres que ainda estão para nascer e que necessitarão de ti, ser humano com capacidade e poder de decisão, para fazer ouvir a sua voz!

 

Feliz Dia da Mulher!

Comments 4

    1. Tão essencial enquanto pais e educadores pensarmos no importante papel que temos na construção das próximas gerações 🙂 Um beijinho

    1. Muito obrigada 🙂 este é mesmo um dos meus principais objectivos com este meu projecto: incentivar a que as crianças e os adultos leiam mais e que gostem disso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Utilizamos cookies para personalizar o conteúdo disponibilizado e os anúncios, para fornecer funcionalidades nas redes sociais e para analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações sobre a sua utilização do nosso site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e Google Analytics. View more
Cookies settings
Aceitar
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active

Política de privacidade para Leituras descomplicadas

As informações pessoais recolhidas através de formulários de contacto, caixas de comentários, passatempos ou subscrições são utilizadas pelas LEITURAS DESCOMPLICADAS para nos ajudar a melhorar a sua visita ao nosso site, tornando-a o mais produtiva e agradável possível. Todos os aspectos relacionados com a garantia da confidencialidade dos dados pessoais dos utilizadores do nosso site são muito importantes para as LEITURAS DESCOMPLICADAS.
O uso das LEITTURAS DESCOMPLICADAS pressupõe a aceitação desta política de privacidade, reservando-se a equipa das LEITURAS DESCOMPLICADAS de alterar este acordo sem aviso prévio.
 

Quem somos?

O endereço do nosso site é https://www. leiturasdescomplicadas.pt. LEITURAS DESCOMPLICADAS é um blog literário dedicado à partilha de sugestões de leitura para miúdos e graúdos. Esta partilha ocorre através de artigos de opinião sobre livros, destaques de novidades editoriais, entrevistas a autores, clube e projectos de leitura, entre outras iniciativas.  

Dados recolhidos

Formulário de registo no website - quando um utilizador se regista em https://www.leiturasdescomplicadas.pt, seja pelo preenchimento de formulário ou através de login com a sua conta de Facebook, Google ou Linkedin, são recolhidos dados pessoais como nome, email, localização, entre outros. Formulários de contactos ou comentários - quando um utilizador preenche um formulário de contacto ou deixa um comentário no nosso site, são recolhidos os dados exibidos no formulário e também o endereço de IP do visitante. Passatempos - quando é realizado um passatempo é solicitado o preenchimento de um formulário com dados do utilizador, como nome, email, nomes de utilizador de redes sociais, localização, entre outros. Cookies - Os cookies são curtos ficheiros de texto com informações relevantes que o seu browser processa, quando um site é visitado por um utilizador. Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais, quando visita o https://www.leiturasdescomplicadas.pt. A colocação de cookies ajuda o site a reconhecer o dispositivo (tablet, desktop, mobile, etc) do utilizador sempre que nos visita. Os cookies retêm apenas informação relacionada com as suas preferências, não revelando dados pessoais.
  • Quando deixa um comentário no nosso site, pode optar por guardar o seu nome, endereço de email e site nos cookies. Isto é para sua conveniência para não ter de preencher novamente os seus dados quando deixar outro comentário. Estes cookies durarão um ano.
  • Se visitar a página de início de sessão, será configurado um cookie temporário para determinar se o seu navegador aceita cookies. Este cookie não contém dados pessoais e será eliminado ao fechar o seu navegador.
  • Ao iniciar a sessão, serão configurados alguns cookies para guardar a sua informação de sessão e as suas escolhas de visualização de ecrã. Os cookies de início de sessão duram um ano. Se seleccionar "Lembrar-me", a sua sessão irá persistir durante duas semanas. Ao terminar a sessão, os cookies de inicio de sessão serão removidos.
Google Analytics - Usamos o Google Analytics para registrar informações sobre as páginas que um utilizador viu, por exemplo, o URL da página, a hora do dia, o dispositivo usado, etc. As informações que coletamos são anonimizadas e enviadas ao Google Analytics para análise. O Google Analytics usa principalmente cookies primários para informar sobre as interações dos visitantes neste site. Os utilizadores podem desativar os cookies ou excluir qualquer cookie individual. O Google Analytics também coleta endereços IP para fornecer e proteger a segurança do serviço e para dar aos proprietários de websites uma noção de que país, estado ou cidade do mundo os utilizadores são provenientes (também conhecido como “geolocalização por IP” ). Os dados do Google Analytics são retidos por 38 meses.
 

Porque está a receber emails nossos?

Ao registar-se no nosso website, preencher um dos formulários de contacto do website, participar num dos passatempos realizados no website, no Facebook (/leiturasdescomplicadas) ou no Instagram (@leiturasdescomplicadas), os dados fornecidos serão usados para comunicação da marca, via email.  

Ligações a sites de terceiros

O LEITURAS DESCOMPLICADAS possui ligações para outros sites, os quais, a nosso ver, podem conter informações / ferramentas úteis para os nossos visitantes. A nossa política de privacidade não é aplicada a sites de terceiros, pelo que, caso visite outro site a partir do nosso deverá ler a política de privacidade do mesmo. Não nos responsabilizamos pela política de privacidade ou conteúdo presente nesses mesmos sites.
 

Como utilizamos os seus dados?

Utilizamos os seus dados para:
  • Operar e manter o website
  • Fornecer informação e conteúdo de interesse para o utilizador
  • Melhorar o funcionamento do website, incluindo a gestão e priorização de conteúdos
  • Adicionar à nossa mailing list para comunicar produtos e/ou serviços relacionados com LEITURAS DESCOMPLICADAS ou enviar conteúdo útil relacionado com as temáticas abordadas no site
  • Fornecer suporte ou apoio ao utilizador
  • Entregar prémios aos vencedores de passatempos
  • Cumprir obrigações contratuais e legais
Em nenhum momento fornecemos os seus dados a empresas externas ou os utilizaremos para qualquer efeito que não os descriminados acima.
 

Por quanto tempo guardamos os seus dados?

Salvo raras exceções de tempo mais curto, como por exemplo o Google Analytics, os seus dados são mantidos indefinidamente.

Quer eliminar ou alterar os seus dados?

A qualquer momento poderá solicitar-nos que alteremos ou eliminemos os seus dados. Para isso basta enviar-nos um email para ola@leiturasdescomplicadas.pt.
Save settings
Cookies settings